Castelo de pedra gelado.

Petrificante esse olhar de Medusa

Congelante esse toque de Elsa

Entre mitologia grega

e contos da Disney

Tudo a nos dizer 

Horas algo sai da ordem.

Perdemos o controle

Por vezes caimos

Num buraco sem fundo

Que até nos sonhos

Só se vê queda, pedra, neve.

No olhar de desespero congelante

Dá se o isolamento

Reina o sofrimento

Nem nossa irmã amada pode se aproximar

Estive olhando para Elsa

apavorada princesa

Estive olhando para Medusa

toda Frozen.

Eu grito

Não sou princesa nem monstro

Acabou meu reino da boa vontade

Meus cabelos são de cobras

Você tem horror em me ver

Tudo o que eu toco apodrece

Estou assustada no meu canto

Isolada no meu castelo de pedra gelado

Já não canto mais.

Estou entre a Elsa e a Medusa

Espero o reflexo que mata

ou, o amor eterno que cura.

Em qual confiar?

Espelhos quebram

Espelhos mentem

Imagens em cascalhos

O que me diz

Do amor eterno?

Acredita no

viveram felizes para sempre?

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s